OUVE: Selena Gomez concede diversas entrevistas promocionais de “Fetish” a rádios norte-americanas!
RADIOBANNER1

De modo a promover o seu novo single intitulado de “Fetish” ft Gucci Mane, Selena Gomez concedeu 3 entrevistas telefónicas a rádios norte-americanas, onde abordou, além da sua nova música, o seu trabalho com Petra Collins, o novo álbum, novas colaborações, a sua parceria com a Coach, entre outros assuntos, que poderás conferir abaixo traduzidos:

 

         Energy 103.7 – Ouve aqui

Sobre Gucci Mane: “Eu adoro-o, já o conheço há anos, nós fizemos um filme juntos, então é fixe poder voltar a trabalhar com ele.”

Sobre o videoclipe de “Fetish: “É um pouco louco, mas eu acho que essa é a ideia, visto que é o termo utilizado para descrever o trabalho da Petra Collins. Eu também achei que teve um lado um pouco sexy.”

Sobre o novo álbum: “O novo álbum está praticamente acabado, eu quis que cada canção tivesse um momento para respirar e ao mesmo tempo eu tenho andado calma, porque a minha saúde física e mental sempre foi mais importante para mim e tenho tido a certeza que trato de mim, mas existe muita música a caminho.”

Sobre a colaboração com o Marshmello: “Sim, eu estou contente por já não ficar com problemas por dizer isso primeiro, então fico contente quando as pessoas tomam a iniciativa. Ele é tão fixe, acabou por ficar orgânico, a música faz parte do mundo dele e eu estou a entrar lá com o meu próprio estilo e é uma das minhas canções preferidas. Vai ser muito divertido e mal posso esperar para que as pessoas a possam ouvir.”

Sobre se a comida mexicana é melhor no Texas do que na Califórnia: “Estou completamente de acordo, eu sei que posso ser um pouco específica neste assunto porque eu adoro comida mexicana mas também não posso dizer que é má, visto que eu agora moro aqui e já provei, é diferente.”

 

           92 ProFM – Ouve aqui

 

Sobre como foi filmar o videoclipe de “Fetish”: “Foi incrivelmente libertador, por causa da diretora do videoclipe, Petra Collins, ela é incrível e muito dotada e é uma das pessoas que eu tenho encontrado ultimamente que é muito apaixonada pelo que faz, não quer dizer que o resto das pessoas não o seja, mas hoje em dia as coisas relacionadas com o trabalho é muito difícil, por causa de tudo o que se passa. Eu acho que foi na altura em que eu pude ser eu própria, ser estranha e libertar tudo aquilo que eu tenho estado a aguentar. “Fetish” é uma canção tão bom e nós debatemos se ia ser o primeiro single antes de “Bad Liar”. Eu sei que quis que fosse um pouco esquisito mas também bonito, então fomos em frente come essa ideia.”

Sobre quando é que podemos esperar um novo álbum: “Eu acho que agora estou um pouco a balançar, tentar descobrir e fazer outras coisas. Então, para ser honesta, eu acho que já tenho um álbum do qual me orgulho, mas existe tantas coisas que estão a mudar, que eu sinto que quando a altura for certa eu quero lançá-lo.  Então o álbum está basicamente feito, mas eu não sei quando é que vou juntar tudo. É uma resposta aborrecida e eu peço desculpa por isso.”

Sobre se pode dizer se irá ter mais colaborações no álbum: “Sim, eu acho que mesmo as coisas que eu tenho estado a fazer com as pessoas com as quais já trabalhei previamente. Eu adoro trabalhar com novas pessoas, mas eu também eu também adoro as minhas colaborações, então quando eu trabalhei com o Kygo ou Zedd, eu trabalhei com pessoas diferentes e ser capaz de ter o seu ponto de vista musical. Quando eu enviei “Fetish” ao Gucci, ele colocou uma parte muito diferente na música e agora nem consigo imaginar a música sem ele. Então eu sou toda a favor das colaborações, eu acho que as pessoas demonstram o seu melhor quando trabalham juntas e eu irei definitivamente ter mais algumas.”

Sobre se vai aos “MTV Video Music Awards”: “Eu não sei se vou, devo estar a gravar provavelmente, mas não acredito que foi nomeada, o que é muito fixe e estou chateada por não poder estar lá.”

Sobre se tem interesse em fazer um álbum inteiro só em espanhol: “Completamente, é algo que eu considero ser uma parte de mim. Eu tenho falado muito sobre isto com a minha mãe e a minha família e é um pouco louco eu ter uma família que me deu esse lado, é algo que eu valorizo imenso e acho fantástico. É embaraçoso porque eu entendo espanhol mas não consigo falar muito. É uma parte muito importante de mim e que eu me sinto confortável em não a esconder. Então é algo que eu adoraria fazer e algo que eu tenho tentado colocar neste álbum.”

Sobre se existe algum país que ainda não foi e gostaria de ir: “Eu, na verdade, na minha próxima touneé quero começar na América do Sul, porque existe locais em que eu já estive mas não explorei visto que eu fui apenas em trabalho, então existe algumas cidades que eu gostaria de visitar. Eu sinto que não passei muito tempo na Europa e alguns locais que eu gostaria de ir, fazer as pessoas rir e aproveitar isso. Mas isso deverá ser conversa para o próximo ano, eu adoro viajar, estar com as pessoas ao redor do mundo, eu adoro isso.

Sobre se vai fazer alguma coisa especial para ver o eclipse solar: “Acabo de ser informada disso, eu vou dizer aos meus amigos que estarão provavelmente mais interessados do que eu, visto que não faço ideia do que devemos celebrar.”

Sobre trabalhar com a Coach: “Foi muito divertido porque eu nunca tinha trabalhado com nada parecido anteriormente. É muito fixe estar com uma mala da Coach no set, fiquei contente que as fotografias saíram bem, porque eu estava a sentir muito frio, mas foi muito divertido.”

Sobre a sua música com o Thomas Rhett: “Eu, na verdade, falei com ele e debatemos algumas coisas, mas eu deixei que ele decidisse essas coisas visto que eu não sei se poderia dizer alguma coisa em relação a isso. Apenas posso dizer que ele é provavelmente uma das pessoas mais simpáticas que eu alguma vez conheci, ele é muito talentoso. As próximas músicas dele são muito fixes, então poder contribuir para esse mundo é outra parte de mim que muitas pessoas podem ou não conhecer, mas eu sou do Texas então o meu coração também tem influencias do country. O que ele está a fazer é muito bonito porque ele quer que pareça universal, é muito fixe. Então eu vou deixá-lo falar sobre o assunto para não arranjar problemas.”

          KISS 98.5 FM – Ouve aqui

Sobre como é que foi ter que comer batom durante o videoclipe de “Fetish”: “É seguro dizer que essa foi uma das sessões mais estranhas de sempre, eu cheirava a tomate, a terra e tinha água e batom em todo o meu corpo. O certo é que eu não podia ir ter com o meu namorado depois disso, mas foi na verdade muito divertido, a Petra é espetacular, a realizadora com a qual eu estou atualmente obcecada e quero trabalhar com ela em todas as minhas coisas. Ela tem a minha idade e é muito fixe, então quando estás nesses momentos a fazer essas coisas, é isso que eu adoro e então eu só fiz a cena do batom duas vezes e não soube muito bem, mas quer dizer está tudo bem. Eu não sei como é que me lavei, acho que precisei de 3 bons dias de banho.”

Sobre como começou a trabalhar com a Petra: “Na verdade, foi no Instagram, temos muitos amigos em comum, é da mesma maneira quando podes ver o mesmo trabalho e essa é a vantagem das redes sociais, poderes ver o mundo como as outras pessoas o vêem e eu adoro isso. Ela é alguém que eu considero muito talentosa, então nós acabamos a ficar muito amigas e é uma pessoa que eu ligo de vez em quando para falar sobre a vida, sobre a minha carreira, gosto sempre de ter a opinião dela. Ela é muito boa e eu adoro trabalhar com pessoas que são apaixonadas pelo que fazem, visto que o facto de trabalharmos há muito tempo neste meio e existem momentos que tu podes sentir que perdeste a paixão. É uma indústria muito egoísta e eu acho que que é bom rodear-me de pessoas que são igualmente apaixonadas, então essas pessoas dão-te uma oportunidade e tu fazes o mesmo e eu acho que deve funcionar dessa forma.”

Sobre a Coach: “Isso foi muito divertido, porque eu nunca tinha desenhado um acessório. Comigo soa de uma forma ridícula visto que eu não sei os nomes das coisas então é tipo “eu gosto dessa coisa aí” e ninguém me percebe. Mas foi uma grande aprendizagem. Tu és uma rapariga e estás a desenhar uma mala, então é muito divertido fazer parte disso, foi muito bonito, a família da “Coach” apoiou-me imenso. A moda é divertida, visto que te faz sentir confortável e sexy.”

Sobre o que é a identifica como rapariga do Texas: “Eu passo a vida a dizer “You all”, é algo que nunca saiu do nosso vocabulário, eu abraço as pessoas e isso deixa-as desconfortável algumas vezes e eu ainda diria comida frita.”

Sobre se, apesar de ser celebridade, sabe fazer as coisas normais do quotidiano: “Claro. Eu quando tinha 14 anos eu corria na rua, trabalhava na televisão com os meus amigos e depois ia à escola, eu não tinha redes sociais. Muitas pessoas perdem a capacidade de fazer muitas coisas normais durante o dia, porque é mais do tipo “Oh deixa-me sentar-me nesta bicicleta para tirar uma fotografia.” invés de irem dar uma volta nela, eu sinto que os meus primos já só fazem isso muito ocasionalmente.”

Sobre a 2ª temporada de “13 Reasons Why”: “Vai haver muitas resoluções, muita conversa sobre os assuntos que estavam a ser abordados. É confortável poder falar sobre essas coisas, vai ser importante muitas personagens passar por essas resoluções. Eu acabei de ver o primeiro episódio e é muito bonito, acho que todo o elenco voltou ainda melhor visto que se aperceberam da dimensão do projeto, então estou entusiasmada, acho que a música e a forma como contamos as coisas é a melhor parte da série. Eu no ínicio não achava que ia ter tanto sucesso como teve e acho que vamos ter isso tudo na 2ª temporada.”

Sobre como está o seu estado de saúde: “Obrigado, sim eu sei, eu falei sobre isso com os meus amigos porque as pessoas normalmente só perguntam sobre os meus projetos de trabalho e isso é um pouco estranho. Mas posso dizer que estou bem, a saúde é mais importante e vem sempre em primeiro lugar, então tenho garantido que tomo conta disso. Estou muito feliz, a minha irmã tem 4 anos, é mais fixe do que eu alguma vez serei, a minha família está boa, eu tenho saudades do Texas.”

Sobre as músicas que têm saído, mesmo tendo em conta o facto de ela estar em pausa: “Na verdade, eu já as tinha na prateleira há 1 ano, eu filmei os dois vídeos também há algum tempo. Eu não estava a fazer nenhuma atuação, não estava muito no olhar público, nem queria isso, então eu considero na mesma que estou num pausa, eu estive fora durante algum tempo para tratar da minha saúde. Eu percebi que isso é muito importante e que não vem nada mais importante antes disso, eu sei que não parece que eu tirei uma pausa, mas eu tirei mesmo.”

 Sobre o seu conselho para as jovens raparigas que vão voltar à escola: “Muitas das vezes tu tens que saber a história dessas pessoas para as ajudar com tudo, quando eu sei que alguém está a ser má ou agressiva, eu sei que também se passa algo na vida deles e no final do dia eu tenho pena das pessoas que acham que devem deixar as outras pessoas em baixo para se sentirem melhor. É impossível tu teres que fazer isso só para provar o teu ponto de vista e é difícil porque tu não podes simplesmente sair da escola e ir para casa, visto que isso continua contigo nas redes sociais, em todas as outras coisas, tu estás tão conectado e eu direi que devemos encorajar as pessoas a afastarem-se de tudo isso, é muito difícil, eu também tenho que tirar uma pausa disso, isso é importante. Eu sei que é difícil e eu sinto que têm de haver pessoas à tua volta que te compreendam, eu tenho 3 grandes melhores amigas e considero-me muito sortuda e a minha mãe sempre me ensinou a mostrar o meu lado melhor. É muito difícil, porque muitas vezes existe tantas coisas que eu quero dizer, mas cada vez que eu viro as costas, eu saio com dignidade e faço isso para as outras pessoas, visto que eu quero que elas saibam que não vão ganhar nada só para responderem da mesma forma, tu tens que entender o que o amor e a compreensão conseguem fazer. Eu sei que pode parecer lamechas e por isso muitas pessoas podem não compreender isso mas quando é em relação às raparigas eu sei que nós temos um instinto poderoso, uma ligação feminina e é isso que tu tens de tratar, do teu coração, da forma como vês as pessoas, o motivo pelo qual as vês dessa forma e o motivo pelo qual elas te tratam dessa forma.”

Fontes: Energy 103.7, 92 ProFM & KISS 98.5 FM | Texto & Adaptação de Texto: Selena Gomez Portugal



Deixe seu comentário!


Selena Gomez Portugal • 2012 - 2016 © Todos os direitos reservados
Design por Filipa Freire | Layout por Ana Liziane